sexta-feira, 27 de maio de 2011

Episódio 3#

Quando eu estiver na França vou ir para casa do meu 'tio' Adolf Pudigurski, ela era muito amigo do meu pai por isso eu digo que é meu tio, o filho dele me adora ;D. 
 Já é meio dia e meu pai virá me buscar no colégio, acho que só vamos passar em casa para pegar as malas e para mim comer algo. Ali chegou, fui no passo mais vagaroso que pude, até ele mandar eu ir mais rápido se não perderíamos o voo, era tudo que eu queria, mas tive que correr.
 - Barbara você ama a França, porque está assim?
 Fiz questão de não respondê-lo, entrei muda e sai calada do carro. Subi lá em cima para ver se tinham colocado tudo na minha mala e se algo deveria ser posto na de bagagem de mão. Eu já tenho várias roupas lá, então não são tantas malas, apenas uma pequena.
 Mamãe me chamou para almoçar, mas eu nem vou estou sem fome. Estou só imaginando 10h presa num avião daqui até a Europa, tudo bem que o avião é primeira classe, mas mesmo assim.
 Pronto agora eu desci e já estou aqui no carro indo para o aeroporto, não é longe, mas de cinco em cinco segundo papai tenta dialogar, mas eu não vou ceder, pelo menos não por qualquer motivo.
 Avião já está na pista, só despachar as malas, mas isso os seguranças fazem, tem muita gente aqui no aeroporto querendo me ver eu acho isso tão ridículo, não posso nem sair do país sem fazer alarde.
Postar um comentário