sábado, 9 de abril de 2011

Episódio 1# - Parte 5

Estamos aqui no estacionamento da minha casa. Estou indo em direção ao motorista que já está pronto para levar agente. Ele abriu a porta e vamos entrar. Como sou muito simpática e tenho uma relação muito intima com alguns motoristas meus e esse era um deles, disse para ele:
-  Oiie, Boa tarde! Tudo bem?
- Olá D. Barbara! Estou ótimo, já no primeiro dia trouxe uma amiga? - respondeu o motorista, senhor Ghuklar.
- Ah Ghu, porque todo mundo pergunta isso? - devolvi a ele - Dê oi a ela Ghu.
- Olá moça! Boa tarde, qual seu nome? - disse ele se preparando para tirar o carro da garagem.
- Oi, meu nome é Isabella e o seu? - respondeu Bells meio tímida, por conhecer tanta gente em um dia só, afinal aquele motorista não era o mesmo que tinha ido buscar agente na escola, aquele outro era o Dhul, será possívelmente sempre ele que irá me buscar.
- Lindo seu nome, queria ter colocado esse nome na minha filha, mas veio um menino. - respondeu Ghuklar na maior intimidade.
- Você tem filhos? - perguntou Bells, afinal Ghumklar parecia ser tão jovem para ter filhos.
- Tenho sim moça - respondeu ele - Onde você mora?
- Em Phamzzie, - respondeu ela.
- Ahmm - murmurou ele - no centro?
- Pode ir para o centro que eu te mostro onde fica minha casa, assim não vou saber explicar.
Ele moveu a cabeça dizendo sim. Estava tão pensativa, nem consegui falar com a Isabella no carro, as vezes ela via algumas coisas interessantes no carro e me mostrava. Ou coisas na paisagem que não se consegue ver em um ônibus.. Estava tocando uma música tão suave e minha BMW x5 tinha um amortecedor tão suave, eu parecia estar nas nuvens estava quase dormindo. Era cedo, mas não tinha conseguido dormir no avião noite passada, estávamos em turbulência, meu pai fazia de tudo para tentar me embalar, mas não tinha jeito, seu eu tivesse vindo com esse carro, teria dormido como um anjo ;D
A Barbara dorme que é um anjo agora, caiu em sono de tanto cansaço, eu também nem estou com sono só acordei 5h da manhã... I neiim ... amanhã termino de dizer o que se procedeu.
Postar um comentário