domingo, 31 de julho de 2011

Episódio 4# - Parte 7

Visão da janela do quarto de Barbara, janela pela qual Karlio ficou horas olhando-a. Como se Edward fosse surgir de uma das esquinas...
 Karlio resolveu ajudar Barbara que era mais indefesa que Edward, voltou para o hospital correndo pois começou a chover também. Entrou no quarto de Barbara e dispensou o outro médico. Olhou bem no rosto dela, na expressão doente e sofrida de quem perdeu alguma coisa que amava muito.
 Enquanto isso, Jasper e Rosalie preparavam as pistas para começar a procurar Edward a cidade já sabiam que era Kaniwyf, pensaram então aonde ele poderia entrar com o carro, porque na visão de Alice, ela via um carro explodindo com Edward dentro, Esme que já morava no Brasil a mais tempo que os outros disse que só podia ser no Cafile Mantigi, eles estavam no caminho certo foi bem para lá que Edward foi.
 A cada pista que eles iam descobrindo, quanto mais perto de Edward eles chegavam Barbara ia ficando um pouco melhor.
 Foram para Kaniwyf e perguntaram para uma senhora se havia acontecido alguma coisa na propriedade Cafile Mantigi, ela respondeu apavorada que houve um incêndio sem explicação e que os bombeiros ainda estavam lá tentando controlar as chamas que elas tinham sido tão intensas que deu para ver o clarão da cidade, agradeceram a senhora e tiveram certeza que era Edward, foram para lá. Jasper ligou para Karlio dando a péssima notícia de que haviam mil possibilidades de Edward realmente estar morto. Karlio não quis ouvir tudo que o filho tinha a dizer e jogou o celular pela janela, sem se importar com mais nada.

 Como já tinham "descoberto" o "Mistério de Edward" Barbara começou a ficar melhor, ela acordou e Karlio viu e logo perguntou "Barbara você está bem? O que você está sentindo? E pensando? Está me ouvindo?Eu vou chamar sua mãe". Quando a D. Dakota entrou no quarto e viu Barbara acordada logo ficou tão feliz, mas quando chegou mais perto e olhou dentro do olhar e do silêncio da filha, enxergou a dor, o sentimento de quem perdeu alguma coisa, a aflição, a vontade de não existir.
 "Barbara está tudo bem?" perguntou Dakota, mas Barbara nada respondeu apenas ficava olhando de uma forma cortante, ela parecia implorar pelo que ela perdeu... Ou para ter forças para resistir a essa dor, olhou para Karlio e pediu com o olhar para que ele chegasse mais perto e colocasse sua mão fria próxima a seu rosto. Ele custou a entender, mas entendeu e quando colocou Barbara fechou os olhos e virou a cabeça para pressionar a mão dele sob seu rosto machucado. Tentou pensar que era Edward e por não conseguir lágrimas escorriam dos seus olhos, uma cena muito triste.
Postar um comentário