sexta-feira, 20 de maio de 2011

Você.

Suas palavras rígidas ferem minha alma delicada,
Seus olhos ríspidos fazem o silêncio gritar cada vez mais alto.
A fraca porcelana diante de um enrijecido coração.
Postar um comentário